logo
Uma Ferramenta Versátil de Mapeamento Mental para Várias Plataformas.
appstore
Obtenha de App Store
Obter
logo
Uma ferramenta versátil de mapeamento mental para várias plataformas.
appstore
Obtenha de App Store
Obter
edraw-max-horizontal
Guia
O que há de novo?
Edraw Max online
Download Grátis
Compre Agora

Conhecimentos básicos sobre diagramas de instrumentação e tubulação

> P&ID Knowledge > Conhecimentos básicos sobre diagramas de instrumentação e tubulação
Posted by Ana Sophia | 07/29/2020
O diagrama de tubulação e instrumentação , também chamado P&ID, ilustra as interações da tubulação, equipamento e instrumentação de um fluxo de processo físico. Os P&ID são muitas vezes usados na indústria de processos para exibir o fluxo de processo, outro equipamento instalado e instrumentação.

O diagrama de tubulação e instrumentação (P&ID) é maioritariamente usado no campo da engenharia. Também desempenha um papel fundamental no design, manutenção e mudança do processo de fabrico que representa. Os P&ID são geralmente criados por engenheiros que precisam elaborar, planejar e construir um processo físico para uma planta.

indústria da tubulação

Diferenças entre PFD e P&ID

Os detalhes de instrumentação variam de acordo com os graus de complexidade do design. Por exemplo, os designs simplificados ou conceptuais, muitas vezes chamados de diagramas de fluxo de processos (PFD), que fornecem menos detalhes do que os diagramas de instrumentação e tubulação (P&ID) totalmente desenvolvidos. Portanto, um PFD é usado apenas para entender como o processo funciona.

PFD e P&ID

Conhecimento sobre símbolos de P&ID

Para entender melhor o diagrama de processo e instrumentação, você precisar se familiarizar com os símbolos de P&ID usados no diagrama de tubulação e instrumentação.

As combinações de letras e números aparecem dentro de cada elemento gráfico e as combinações de letras são definidas pela norma ISA. Os números são atribuídos por usuários para que os esquemas variem em diferentes situações. Algumas empresas usam numeração sequencial, algumas vinculam os números dos instrumentos aos números das linhas de processo e outras adotam sistemas de numeração únicos e às vezes incomuns.

A primeira letra define as variáveis medidas ou iniciais, como Análise (A), Fluxo (F), Temperatura (T), etc., com as letras seguintes definindo funções de leitura, passivas ou de saída, como Indicador (I), Gravador (R), Transmissor (T), etc.

Abaixo estão alguns símbolos de tubulação e instrumentação com letras. Todos os símbolos de P&ID padrão podem ser encontrados no Edraw Max, que é um criador de P&ID poderoso e fácil de usar para profissionais e iniciantes.

Símbolos de P&ID com letras

EdrawMax: Um Canivete Suíço Para Todas as Suas Necessidades de Diagramação

  • Permite criar facilmente mais de 280 tipos de diagramas;
  • Fornece vários modelos e símbolos para atender às suas necessidades;
  • Interface de arrastar e soltar fácil de usar;
  • Customize cada detalhe utilizando kits de ferramentas inteligentes e dinâmicos;
  • Compatível com uma variedade de formatos de arquivo, como MS Office, Visio, PDF, etc;
  • Sinta-se à vontade para exportar, imprimir e compartilhar os seus diagramas.

O que deve incluir e o que não deve incluir um P&ID?

Modelo de P&ID

O P&ID é um termo muito comum usado no mundo das indústrias de processos. Um engenheiro de processo em uma fábrica precisa criar e/ou modificar o P&ID já existente para as modificações da fábrica. Todos os alunos de engenharia química e de engenharias relacionadas também aprenderam sobre isso ou pelo menos ouviram falar. Um P&ID é uma representação gráfica detalhada de um processo, incluindo o hardware e o software (por exemplo, tubulação, equipamento, instrumentação) necessários para projetar, construir e operar a instalação. Conforme definido em PIC001: Critérios de documentação de diagramas de tubulação e instrumentação de acordo com a prática da indústria de processos (PIP) - um consórcio de proprietários da indústria de processos e empreiteiros de construção de engenharia que servem a indústria.

Um P&ID deve incluir:

  • Instrumentação e designações;
  • Equipamento mecânico com nomes e números;
  • Todas as válvulas e suas identificações;
  • Tubulação de processo, tamanhos e identificação;
  • Variado - aberturas, drenos, acessórios especiais, linhas de amostragem, redutores, aumentadores e swagers;
  • Linhas permanentes de partida e descarga;
  • Direções de fluxo;
  • Referências de interconexões;
  • Controlar entradas e saídas, interbloqueios;
  • Categoria sísmica;
  • Interfaces para mudanças de classe;
  • Nível de qualidade;
  • Entradas de anunciação;
  • Entrada do sistema de controle informático;
  • Interfaces de fornecedor e empreiteiro;
  • Identificação de componentes e subsistemas fornecidos por terceiros;
  • Sequência física pretendida do equipamento;
  • Classificação ou capacidade do equipamento.

Um P&ID NÃO deve incluir:

  • Válvulas de raiz de instrumento;
  • Relés de controle;
  • Interruptores manuais;
  • Tubos e válvulas para instrumentos primários;
  • Dados de temperatura e fluxo de pressão;
  • Ligações padrão, em cotovelo e em T;
  • Notas explicativas abrangentes.

Aprenda a criar um diagrama de tubulação e instrumentação aqui. Além disso, pode assistir o vídeo abaixo e aprender a fazer P&ID com um software profissional em minutos!

Exemplos de P&ID

Aqui está um modelo de P&ID para mostrar o processo de ebulição da água e você pode o personalizar e remodelar no Edraw Max.

Modelo PID do processo de ebulição da água

Se você deseja criar um sistema de controle de processo, esse modelo pode lhe dar algumas idéias e servir de inspiração.

Modelo de sistemas de controle de processos

Saber Mais

Modelo de P&ID

Como ler um diagrama de tubulação e instrumentação

Acrônimos usados em P&ID

Aprender o que é um P&ID

Software de P&ID para Linux - Programa de diagramas de tubulação e instrumentação simples

Comece a Usar! Você Vai Amar Este Software Para Diagramação Fácil de Usar.

O Edraw Max é perfeito não apenas para fluxogramas de aparência profissional, organogramas e mapas mentais, mas também para diagramas de rede, plantas baixas, fluxos de trabalho, design de moda, diagramas UML, esquemas elétricos, ilustrações científicas, e diversos gráficos... e isso é só o começo!